7 Passos para ter o seu próprio Produto Digital – Parte 5

Vamos continuar nossa série de 7 artigos, mostrando como desenvolver seu próprio produto digital. Agora é a hora de organizar sua escrita!

Colocando “carne nos ossos”

Neste artigo, nós precisamos de começar a pensar em escrever os títulos dos capítulos e da página de vendas. No último capítulo, falamos sobre a criação do esboço do seu conteúdo e do título.

Agora vem a parte divertida! Vamos ver como construir o e-book para que ele tenha capítulos lógicos e de forma a fluir facilmente do início até ao fim. Para fazer isso, você vai começar a recolher e organizar o seu conteúdo no seu próprio produto.

Se isso não o entusiasmar, então você teve um monte de trabalho para nada.

As 2 regras de ouro!

Existem 2 regras básicas para começar a organizar e escrever seu produto digital. Eles não são complicadas, mas devemos prestar bem atenção, para não cometermos nenhum deslize durante o processo de concepção e organização do conteúdo.

7 Passos para ter o seu próprio Produto Digital - Parte 5 - Regras de ouro

7 Passos para ter o seu próprio Produto Digital – Parte 5 – Regras de ouro

Primeira regra de ouro

O valor real de um produto está na informação que você está a fornecer a quem o comprar. Não se esqueça disso, quando você reunir as informações e iniciar as suas páginas e os seus
capítulos.

Vamos começar com algumas dicas gerais na organização do e-book. Aqui estão 10 para mantê-lo focado e sem problemas:

  1. Mantenha o seu texto simples e não use frases longas. Escreva como se fosse uma conversa, da forma como se você estivesse falando.
  2.  Se você tiver que usar frases longas, reparta-as em parágrafos.
  3. Tente transmitir o ponto principal da mensagem de cada parágrafo nas primeiras 1 ou 2 frases de forma a que o seu leitor não precise andar e procurar a mensagem.
  4. Escrever de forma clara e com alguma emoção. Não tenha medo de deixar a sua personalidade nas suas palavras e permitir que a sua paixão pelo seu assunto seja exposta.
  5. Escreva com um sorriso no seu rosto – Eu sei, pode parecer bobo, mas faça-o, funciona!
  6. Mantenha-se leve e amigável. Escreva da mesma maneira em todo o seu livro. Se você mudar o tom, os leitores vão pensar que alguém terminou de escrever o e-book por você.
  7. Verifique a ortografia, gramática e formatação. Apesar de você pode ser capaz de se safar com uma ou dois erros ortográficos, muitos deles dão uma aparência pouco profissional aos leitores e cria dúvidas nas suas mentes sobre o valor da informação que você está a vender.
  8. Use subtítulos para chamar a atenção dos seus pontos-chave. Eles também ajudam os leitores a procurar informações específicas quando querem.
  9. Usar ou não gráficos (gráficos, imagens, fotos) é uma escolha pessoal. Se o gráfico serve para enfatizar um ponto ou ilustrar o seu significado, use-o. Mas não basta atirar gráficos só porque são bonitos ou para preencher espaços.
  10. Use o seu esquema para manter o foco no seu tópico. Não saia do tema. Pode falar de relance sobre outras coisas para despertar algum interesse mas use isso com moderação.

Vejamos o primeiro capítulo do título e subtítulos. Organize as suas pesquisas e informações que se aplicam ao seu capítulo 1 em cada rubrica. Coloque-os por ordem de relevância. Quando você tiver o Capítulo 1 organizado, fazer o mesmo para o resto dos seus capítulos.

Agora, dê uma olhada no que você fez, e faça este pequeno cheklist:

  • Os seus capítulos estão balanceados?
  • O material e os pensamentos possuem o fluxo fácil?
  • Será que a progressão das suas idéias faz sentido para você?

Se não, mude as coisas. Se você estiver trabalhando num computador, copie e cole os textos para onde eles pertencem. Quando você estiver feliz com a ordem atual, escolha um capítulo, qualquer capítulo (não precisa ser o Capítulo 1), para começar a preencher as suas páginas.

Você pode começar a escrever os seus parágrafos agora. Use o seu esboço e as notas como guia.

A segunda regra de ouro

CONTEÚDO É REI! Não se amarre em detalhes que não importam, como o comprimento da página. Mantenha-seo focado nas informações e na sua apresentação
original e siga em frente.

O número de páginas não é importante. Eu já vi relatórios de 20 páginas e e-books que me espantaram!

Havia da mesma forma muita informação fantástica, e igualmente eu também já li livros com 80 ou
mais páginas que foram apenas um bluff sem nenhuma substância real.

Quando você tiver o seu capítulo escrito num rascunho, grave-o e passe para o próximo capítulo do seu esboço. Escrever (a criação) pode ser muito intenso, particularmente se esta é a sua primeira viagem neste processo.

Pode ser uma boa idéia fazer uma pausa entre os capítulos … dar um passeio, respirar um ar,
ver a sua novela favorita … limpe o que você tem na cabeça.

Quando você retornar para o próximo capítulo você irá querer escrever, estará renovado e pronto para fazê-lo novamente. Quando você terminar de escrever o esboço do seu e-book, você terá uma nova criação recém-nascida e gravada no seu computador. Não vai estar bonita, e também não esperamos que seja.

Conclusão

Você vai lê-lo, revê-lo, e, provavelmente, perguntar-se porque é que você começou este projeto. Isso é tudo normal, prometo-lhe.

Summary
Review Date
Reviewed Item
Post
Author Rating
51star1star1star1star1star

Descubra Como Vender Na Internet, Sem Blog, Sem Lista, Sem Vídeo e Sem Autoridade!

André Melo

Meu nome é André Melo, sou Desenvolvedor web e trabalho com internet marketing desde 2001.

Website: http://webempreendedor.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *